10 de set de 2009

As portas do mundo não sabem


As portas do mundo não sabem

As portas do mundo não sabem
que lá fora a chuva as procura.
As procura. As procura. Paciente
afasta-se, regressa. A luz
não sabe que há chuva. A chuva
não sabe que há luz. As portas,
as portas do mundo estão fechadas:
fechadas para a chuva,
fechadas para a luz.



Sandro Penna

Nenhum comentário:

Postar um comentário